Ribeira GrandeGeo Ribeira Grande

Modo fotográfico

Biblioteca Municipal Daniel de Sá


A Biblioteca Municipal Daniel de Sá está situada no Largo das Freiras, freguesia da Matriz no Concelho da Ribeira Grande. Após uma reconstrução de um edifício do século XVIII, a nova biblioteca municipal foi inaugurada a 27 dezembro de 2014, albergando muitos milhares de livros e alguns fundos particulares.

A história da existência de uma biblioteca no concelho da Ribeira Grande remonta a uma sessão camarária de 13 de junho de 1875, surgindo a primeira referência à constituição da Biblioteca Popular da Ribeira Grande, tendo a mesma sido constituída em 1876.

Na sessão de 12 de setembro de 1946 surge a menção da criação da biblioteca municipal, tendo como diretor honorário Lucindo Rebelo Machado. Esta biblioteca encontrava-se instalada numa casa arrendada, na rua de Nossa Senhora da Conceição. A 14 de junho de 1966 é inaugurada a Biblioteca Fixa n.º 118 da Fundação Calouste Gulbenkian. Em 1974 ocorre a transferência da Biblioteca Popular, da Biblioteca Municipal e da Biblioteca Fixa nº 118 da Fundação Calouste Gulbenkian, para o edifício dos Paços do Concelho.

No entanto, apenas a Biblioteca da Fundação Calouste Gulbenkian reabre a 23 de novembro de 1974, ficando instalada numa das salas do edifício dos Paços do Concelho, com acesso através da rua da Praça, n.º 5. No ano de 1986 procede-se à transferência dos fundos da Biblioteca Municipal e da Biblioteca Popular da Ribeira Grande, que se encontravam desativadas desde o ano de 1974, para o Solar de São Vicente Ferreira, sede da Casa da Cultura.

Foi com a unificação dos fundos destas duas bibliotecas que se tornou a dinamizar a biblioteca municipal, salvaguardando o seu valioso espólio. Em 1989 entra em funcionamento a biblioteca infanto-juvenil, pertença da então Direção Escolar da Ribeira Grande, numa sala ao lado da Biblioteca da Fundação Calouste Gulbenkian.

Em 2002 o espólio da Biblioteca Fixa n.º 118, da Fundação Calouste Gulbenkian foi doado à Câmara Municipal. A 17 de novembro de 2006 é inaugurado o novo espaço da biblioteca municipal (embora provisório e partilhado com o arquivo municipal), no edifício do antigo externato da Ribeira Grande, sito à rua Sousa e Silva, constituída pelos fundos das bibliotecas: Infanto-Juvenil, Gulbenkian, Popular e Municipal.

O espólio da Biblioteca Municipal da Ribeira Grande conta com mais de 40.000 títulos. Integram este espólios diversos fundos particulares, nomeadamente o fundo do padre António Rocha, da professora Sacuntala de Miranda, do dr. Manuel Barbosa, do eng. Jaime Melo Cabido e do dr. José Estrela Rego, entre muitos outros.

Todas estas doações têm contribuído para enriquecer grandemente o espólio da biblioteca municipal, permitindo aos seus visitantes o acesso a um vasto leque de assuntos. No entanto, e devido ao seu extenso espólio, muitos dos títulos, tais como os da Hemeroteca, encontram-se depositados nas “Casas dos Magistrados”, sitos à rua do Botelho, freguesia da Matriz.

A partir de 2015 a biblioteca municipal centraliza diversos serviços, permitindo a sua acessibilidade e disponibilização a estudantes, pesquisadores e restante população, possibilitando que o mesmo seja um espaço de estudo, reflexão e contemplação. A biblioteca municipal já iniciou o seu processo de transformação e adaptação às novas exigências da sociedade, procurando dinamizar e modificar as práticas e as representações sociais estabelecidas e que alicerçam a realidade educativa e familiar deste concelho. 

Contactos


Telefones

296 474 357

Horário de Funcionamento

Dias úteis das 09h00 às 17h00

Sábados das 14h00 às 17h00