Ribeira GrandeGeo Ribeira Grande

Modo fotográfico

Fábrica de Chá Gorreana

Fábrica de Chá Gorreana
Fábrica de Chá Gorreana
Fábrica de Chá Gorreana
Fábrica de Chá Gorreana
Fábrica de Chá Gorreana

Na Gorreana, freguesia da Maia, depois de 1883, nunca passou ano nenhum sem que as folhas de chá não tivessem sido apanhadas e tratadas. Trata-se da única fábrica na ilha de São Miguel que tem resistido, desde a sua fundação, a todas as dificuldades na produção e venda do chá.

O chá produzido na Gorreana é o “ortodoxo” ou “tradicional’, porque embora enrolado em máquinas e uma vez seco tem o mesmo aspecto do chá enrolado com as mãos. A Gorreana produz chá preto, verde, verde pérola e semifermentados.

Património agro-industrial ainda com história por fazer, a sua existência na ilha, se bem que ainda sem relevância económica, data do início do século XIX. Do ponto de vista mais intensivo é um cultivo que surge para o último quartel daquele século, tentando olvidar o azar que se abateu sobre os laranjais micaelenses.

Em 1883, Gabriel de Almeida escreveu o seguinte: À Sociedade Promotora da Agricultura Micaelense é que devemos tal indústria, pois que empenhando-se, levou a efeito, o mandar vir dois chinas para ensinarem a cultura e preparação do chá, os quais chegaram a esta ilha em 5 de março de 1878, vesitando logo algumas propriedades particulares, a fim de observarem a vegetação da planta.

Além do processo usado pelos dois chinas Lau-a-Pan e Lau-a-Teng, ensaiou a mesma Sociedade o processo da fabricação segundo Ball, e outros’.

Nesta, para além da oportunidade de uma visita a paisagens inesquecíveis, por exemplo, as da própria cultura, e ao nosso património industrial, poder-se-á apreciar, em várias transformações, os produtos da deliciosa folha de chá, no caso única na Europa, Camellia Sinensis.

Contactos


Telefones

296 442 349

Morada

Gorreana de Cima