Ribeira GrandeGeo Ribeira Grande

Modo fotográfico

Lagoa do Fogo

Lagoa do Fogo
Lagoa do Fogo
Lagoa do Fogo
Lagoa do Fogo
Lagoa do Fogo

A Lagoa do Fogo é a segunda maior da ilha de São Miguel e uma das maiores dos Açores. Está classificada como reserva natural desde 1974 e faz parte da Rede Natura 2000 por ter sido classificada como zona especial de conservação.

Está integrada no maciço vulcânico da serra de Água de Pau, localizado na zona central da ilha de São Miguel. A Lagoa do Fogo encontra-se rodeada por densa e exuberante vegetação endémica e apresenta águas muito azuis, o que lhe confere uma beleza singular.

Ocupando uma área de 1360 hectares, a caldeira vulcânica, tal como o vulcão que a originou, é a mais jovem da ilha de São Miguel, presumindo-se que se tenha formado há cerca de quinze mil anos. A configuração atual resulta do último colapso que terá ocorrido há sensivelmente cinco mil anos. A última erupção aconteceu em 1563.

É a lagoa mais alta da ilha de São Miguel – 949 metros – e as suas paredes apresentam desníveis que atingem os 300 metros. A profundidade máxima da lagoa situa-se nos 30 metros. No seu perímetro encontram-se várias espécies de plantas endémicas, como o cedro-do-mato, o louro, a urze ou o sanguinho.