Ribeira GrandeFreguesiasLomba da Maia

Modo fotográfico

Lomba da Maia

A freguesia da Lomba da Maia confronta com o mar e com as freguesias de Maia e Fenais da Ajuda (concelho de Ribeira Grande) e Furnas (concelho de Povoação).

O topónimo desta freguesia deriva do facto dela se encontrar situada numa lomba ou dorso de um monte sobranceira à Maia, daí o seu nome.

No final do século XVI, Gaspar Frutuoso refere que o povoado da “Lomba da Maia parte da Lomba Nascente com Grotinha da Fonte e da banda do poente com Grota da Cruz”. O cronista menciona, ainda, a existência de uma ermida de invocação a Nossa Senhora do Rosário, na Lomba Grande.

No que concerne ao tempo e a este lugar pouco se sabe. Primitivamente, terá sido construído no primeiro quartel do século XVI, presumindo-se que o povoamento terá ocorrido por volta de 1520, pois, após o terramoto de 1522, frei Mont’Alverne refere o seguinte: “O povo julgando já ser o dia do Juízo Final foi admoestado pelo clero que tomassem por advogado da ilha a Virgem Santíssima do Rosário e na Lomba da Maia se fez também uma casa em seu louvor”.

O primitivo templo deu origem à actual igreja paroquial, construída em 1867, também ela dedicada a Nossa Senhora do Rosário. É um templo de singela fachada e interior de três naves.

Até ao ano em que foi elevada a freguesia, 1908, o lugar da Lomba da Maia pertencia à freguesia da Maia.

Gráfico Demográfico das Freguesias da Ribeira Grande