Ribeira GrandeFreguesiasMaia

Modo fotográfico

Maia

Situada na costa norte inclui os lugares de Gorreana e Lombinha da Maia, a freguesia da Maia confronta com o mar e com as freguesias de São Brás e Lomba da Maia (concelho da Ribeira Grande), Ribeira das Taínhas e Ponta Garça (concelho de Vila Franca do Campo) e Furnas (concelho de Povoação).

Segundo os primeiros historiadores açorianos, o nome desta freguesia deriva do facto de ter sido sua fundadora Inês da Maia, uma fidalga que aqui se estabeleceu nos finais do século XV.

Esta freguesia é uma das mais antigas do concelho de Ribeira Grande, tendo o seu povoamento se iniciado logo após o descobrimento da ilha, o que é testemunhado pela própria construção da sua igreja que remonta, provavelmente, aos finais do século XV. Em 1522 tinha já o seu terceiro vigário. Maia foi um dos lugares da costa norte de São Miguel que mais se desenvolveu pois cem anos depois da sua fundação era já freguesia.

A sua igreja paroquial, dedicada ao Espírito Santo, data de 1812. Teve origem numa capela do século XVI, ampliada nos séculos XVII e XVIII.

O Solar de Lalém, casa nobre refeita no século XIX, com capela e portão do século XVIII, constitui um belo exemplar da arquitectura açoriana.

No lugar da Gorreana existem plantações de chá únicas na Europa. Na centenária fábrica de chá Gorreana é preparada esta apreciada infusão a partir de várias espécies aí cultivadas.

Gráfico Demográfico das Freguesias da Ribeira Grande